CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Pesquisador do Cordel, Vicente Salles será homenageado em Belém

Fontes: palavracultura.blogspot.com e www.agenciapara.com.br

"Fico muito sensibilizado com esta homenagem, porque ela vem coroar e retribuir todo um esforço que tentei, ao longo da vida, executar, que é ao mesmo tempo aprender e devolver aquilo que aprendi. É estabelecer uma relação entre eu e o outro. Porque o outro é fundamental. A gente não só convive, mas vive com ele. O outro, pra mim, é meu próprio reflexo. Muitas vezes me vejo diante de um espelho e o outro sempre foi muito generoso comigo".

As palavras traduzem a emoção do professor, escritor e historiador Vicente Salles, ao ser informado nesta quarta-feira (06), pelo presidente do Instituto de Artes do Pará, Heitor Márcio Pinheiro, que será o homenageado no Prêmio IAP de Artes Literárias, no Gênero Ensaio. "Vou morrer resistindo, tentando lutar", afirmou ele, se referindo ao seu trabalho incansável de registro da cultura estadual.

"Temos coisas no Pará que precisam sair do desconhecido, como a literatura de cordel. Temos uma história que sustenta este gênero. Somos tentados a pensar que o cordel é do Nordeste do Brasil. Em 1900 tínhamos 10 jornais regulares no Estado", relatou o mestre, referência para estudantes e pesquisadores.

Vicente Salles mora em Brasília e está em Belém participando do VIII Colóquio Luso-Brasileiro de História da Arte, em memória a Benedito Nunes, e da II Reunião Internacional do Fórum Landi, uma realização da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Na visita ao IAP, ele doou ao acervo do Instituto o livro "Estórias do Eldorado nos tempos calamitosos da devastação contadas pelo cidadão de-arco-e-flecha e escritas pelo folclorista e historiador Vicente Salles".

Jeferson Medeiros – IAP

Imagem: casadocordel.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário