CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

sábado, 2 de abril de 2011

CAMPANHA PARA AJUDAR O NOBRE DEPUTADO ABELARDO CAMARINHA

Amigos eu tive pena
Do nobríssimo deputado
Abelardo Camarinha
Não nego tenho chorado.
Inventei esta campanha
Não posso ficar parado.

Diga mesmo se é possível
Se não é mesmo demais:
Como poder alguém viver
Só com 12 mil reais?
Isto é um absurdo
Nenhum ente é capaz.

O pobre do deputado
Realmente tem padrão
Diferente do restante
Da reles população
Cochila o dia sentado
Pra ver se choca o culhão.

Quando é no final do mês
Passa a maior desventura
Sem dinheiro para ser
Padrinho de formatura
Ou mesmo de casamento.
Meu Deus! Êta vida dura.

Além disso, o deputado
Só com 12 mil reais
Precisar pagar do bolso
Às bases eleitorais.
Meus amigos dez centavos
Com Deus  falta não lhe  faz.

Dê cinco, dê dez centavos
Para ajudar, meu senhor.
12 mil é uma vergonha,
Ajude-o por favor...
O pobre é muito esforçado
Um GRANDE trabalhador.

Você que é professor
Trabalhando todo dia
Ganha seiscentos reais...
Meus Deus, que categoria!!!
Ajude o deputadinho.
Dê-lhe alguma alegria.

Você que não tem emprego,
Você assalariado,
Você da bolsa-família...
Ajude este deputado
Coloque uma moedinha
Na cumbuca do coitado.

Manoel Messias Belizario Neto

 

Video: Youtube

Imagem: estafalandocomigo.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário