CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

terça-feira, 5 de abril de 2011

ACERVOS DIGITAIS: faça aqui suas pesquisas

MINISTÉRIO DA CULTURA
INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN)
CENTRO NACIONAL DE FOLCLORE E CULTURA POPULAR
BIBLIOTECA AMADEU AMARAL
ACERVOS DIGITAIS

[CIBER-CORDEL[4].jpg]

( Por BLOG DA ROSARIO PINTO rosarioecordel.blogspot.com)

Hemeroteca, Cordelteca, Xiloteca, Revista Brasileira de Folclore e Catálogos da Sala do Artista Popular


          A Biblioteca Amadeu Amaral, do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular disponibiliza no Portal www.cnfcp.gov.br seus acervos de recortes de jornais (Hemeroteca), folhetos de cordel (Cordelteca), xilogravuras (Xiloteca), Catálogos da Sala do Artista Popular e Revista Brasileira de Folclore. Os projetos patrocinados pela Vitae, têm como objetivo difundir seus acervos junto a instituições similares, bem como para pesquisadores nacionais e do exterior e a todos os interessados na área de conhecimento da cultura popular. Está também disponível a Revista Brasileira de Folclore (apoio Caixa Econômica). O site também oferece links com outras instituições da área como a Academia Brasileira de Literatura de Cordel/ABLC, no site www.ablc.com.br, dentre outras.

           A Hemeroteca é a única no país sobre a área de folclore e cultura popular, seja pelo período, quase um século, seja pela variedade de periódicos.

         A Cordelteca – Memória da Literatura de Cordel é composta de mais de oito mil títulos, provenientes, em sua maioria, de doações de poetas cordelistas. Inclui multiplicidade temática e autores de renome. Abrange títulos raros — alguns datam de 1908.

          A Xiloteca reúne cerca de mil originais de diversos artistas, impressas em papel.

           A Revista Brasileira de Folclore, com 42 fascículos, que podem ser baixados para o seu computador.

            Os Catálogos da Sala do Artista Popular, com mais de 165 catálogos de vários pólos de produção artesanal em todo o país.

          O Tesauro de Folclore e Cultura Popular Brasileira reúne cerca de 2.100 termos organizados de forma sistemática e alfabética, sobre o universo do folclore e da cultura popular, levantados a partir dos acervos do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular. Dentro de qualquer termo você poderá fazer buscas em sites específicos de sua pesquisa.

           O acesso via internet desses acervos cria condições adequadas de consulta e preserva os originais de manuseio e conseqüente desgaste.

          Esperamos, com estes trabalhos, ter contribuído para a difusão dos acervos que retratam a riqueza da cultura popular brasileira.

Maria Rosário Pinto
rosário.folclore@iphan.gov.br e Equipe Técnica da BAA

Contato :

Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/Iphan/MinC
www.cnfcp.gov.br
Biblioteca Amadeu Amaral
bilblio.folclore@iphan.gov.br
Catalogação de Folhetos de Cordel
rosário.folclore@iphan.gov.br

Consulte ainda:

Academia Brasileira de Literatura de Cordel – ABLC
www.ablc.com.br
este Site será revitalizado brevemente, mas o blog lá apontado, está ativo)

Imagem: Blog Cordel Paraiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário