CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

sábado, 9 de abril de 2011

OFICINA DE LITERATURA DE CORDEL (SP)

Fonte: boraceiaviva.blogspot.com

“O VARAL QUE CONTAVA HISTÓRIAS”
Coordenação: Norma de Oliveira
06/05 a 01/07 - sextas-feiras - 14h às 17h
Público: jovens e adultos interessados em cultura popular, acima de 15 anos
Inscrições: 05/04 a 05/06
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas
Local: Casa de Cultura
Av. Tomé de Souza, 130, Centro - Bertioga/SP
A oficina tem como objetivo principal a criação de cordéis, abrangendo a produção de textos e gravuras.

Norma de Oliveira é formada em Artes Visuais pela UNISANTA. Possui experiência na Secretaria da Cultura e lecionou em escolas de Santos. Trabalha atualmente no Ateliê Arte Brasil, ministrando cursos de Literatura de Cordel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário