CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Cordelista lança na próxima sexta segundo volume literário contra o crack

 “Crack… A Droga da Morte”, de Marcio Bizerril aborda sobre os prejuízos que a droga causa a sociedade

          O poeta de cordel Márcio Bizerril realiza na próxima sexta-feira, 18, um café da manhã ao ar livre, e convida toda a sociedade civil e organizada, tendo em vista o lançamento do segundo volume de sua literatura de cordel: “Crack… A Droga da Morte”.
          Como no primeiro volume, Bizerril tenta através da poesia de cordel conscientizar a população acerca dos poderes maléficos produzidos pela referida droga que vem assustadoramente dilacerando milhares de família no mundo inteiro. E, no Brasil não é diferente.
            De acordo com o cordelista guarabirense, o evento acontecerá a partir da 8h00 na praça Lima e Moura, de frente a ‘Casa da Cultura’ em Guarabira

Fonte: ivanildosantos.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário