CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Evento reúne peça e exposição baseadas em texto da literatura de cordel (RJ)

O Reino do Mar Sem Fim

            Depois de temporada no final de 2010, o espetáculo O Reino do Mar Sem Fim, encenado pelo Grupo Pedras, retorna ao Centro de Referência Cultura Infância/Teatro Municipal do Jockey, na Gávea.
Com 14 anos de pesquisa de campo na Zona da Mata pernambucana, Adriana Schneider, diretora da peça e Doutora em Antropologia, aproveitou seu conhecimento para desenvolver a trama baseada em literatura de cordel.
                  O enredo é desenvolvido a partir de depoimentos reais de pessoas que viveram no local, principalmente Severino da Cocada, figura marcante da região, hoje já falecida.
A autora conheceu Severino em 1999, ocasião em que lhe contou a história em cordel O Romance da Princesa do Reino do Mar Sem Fim, de autoria de Severino Borges da Silva, grande poeta popular e violeiro, de Timbaúba, município de Pernambuco.
O conto apresenta a história da princesa Elizabete, filha do rei do Mar Sem Fim, que se livra de um encanto, graças ao heroísmo do valente Adriano. Esse enredo é a base do espetáculo criado pela pesquisadora.
               Além da peça, Adriana Schneider também expõe sua coleção particular no Teatro do Jockey. A exposição permite ao público navegar no universo dos mamulengos e de seus mestres. No total serão 25 obras feitas em estruturas de bambu construídas especialmente para o evento. Textos da literatura de cordel, fotos e bonecos complementam a mostra.

Ficha Técnica
Realização: Grupo Pedras
Direção: Adriana Schneider
Elenco: Marina Bezze, Helena Stewart, Diogo Magalhães e Adriana Schneider
Trilha sonora: Kiko Horta
Consultoria em teatro de animação: Miguel Vellinho
Iluminação: Luiz André
Foto: Divulgação

Fonte: guiadasemana.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário