CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Projeto "Cordel Vôvó Legal" produzirá livretos em literatura de cordel sobre fatos históricos do município de Cariré (CE)


FOTOS/Divulgação/CRAS SEDE




Projeto "Cordel Vôvó Legal" vem promovendo em conjunto com as equipes das localidades contempladas, algumas "rodas de conversas" bem interessantes, com o objetivo de continuar a realizar a produção textual com os idosos, enfocando fatos históricos de cada uma delas, utilizando alguns versos de quatro estrofes. 


Os participantes do projeto pertencem aos grupos da Terceira Idade Cidadã de Anil, Arariús, Jucá, Juré e da Sede, os quais são mantidos pela Prefeitura Municipal de Cariré, através da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), em sintonia com os CRAS da Sede e Zona Rural de Anil.
FOTOS:Vicente J.Rodrigues / Cariré em Revista

Flávio Braga Martins
"Com a finalidade de facilitar a sondagem dos assuntos referentes às pesquisas históricas,  os idosos ficaram divididos em equipes, levando-se em conta que alguns deles têm dificuldades em ler e escrever. O importante é que os membros do Projeto "Cordel Vôvó Legal" se mostraram bem interessados com as produções textuais, incluindo as entrevistas e palestras relacionadas às temáticas", segundo nos informou Flávio Braga Martins, articulador do Projeto "Cordel Vôvó Legal".

Segundo informações de Flávio Braga Martins, que também é coordenador do CRAS da Sede, "após a conclusão das palestras, entrevistas e produções textuais, serão publicados livretos em forma de literatura de cordel, contando as histórias das localidades pesquisadas pelas equipes da Terceira Idade Cidadã.

Fonte: Blog Cariré em Revista 

Nenhum comentário:

Postar um comentário