CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Literatura de Cordel é tema de projeto na Escola Presidente Vargas – Dourados - MS

Odila02Dentre os diversos Projetos de Leitura que constam das atividades pedagógicas dos Alunos do Vargas, a Literatura de Cordel ganhou destaque em um deles. Idealizado e elaborado pela Bibliotecária do Período Vespertino, a Professora Sirlei Costa de Souza Lessa, e desenvolvido sob a orientação da Coordenadora Pedagógica Sonia Brumatti, o projeto “Cordel no Vargas” vem sendo aplicado em todas as turmas dos 6ºs aos 9ºs anos do Ensino Fundamental, dos períodos Matutino e Vespertino, em aulas de Língua Portuguesa, Artes e Geografia (Profª Odolina). Os professores dessas disciplinas realizam um primoroso trabalho em relação à leitura e, em especial para esse projeto, sugeriram a vinda da Poetisa Douradense Odila Schwingel Lange para fazer uma apresentação especial aos alunos e professores participantes do Projeto.
A “Poetisa Guerreira” atendeu prontamente o convite do Vargas e deu um verdadeiro show de talento nos dois turnos em que esteve na Escola (matutino- 8h às 9h30; vespertino – 14 às 14h30). O Auditório foi o palco de encontro entre a Poetisa e os Alunos e Professores. Ela contagiou a “plateia” não só com suas histórias de vida e de seus cordéis, como também (e principalmente) com a declamação de seus poemas.
Segundo o Diretor Nei Elias, “esse é um momento ímpar; ocasiões como essas são importantíssimas para o processo de ensinoaprendizagem dos alunos e cumprem papel lúdico essencial de despertar o gosto pela leitura e pela produção de textos poéticos.”
“Receber uma poetisa da cátedra da Professora Odila é um estímulo à busca de conhecimento, que se pode perceber claramente pelo interesse e alegria com que os alunos participaram desse momento de formação”, afirma a Diretora Adjunta Marisa Simões.
“A poetisa Odila nos contou um pouco sobre seu trabalho como cordelista. Foram momentos de descontração e aprendizagem...”, comenta Ravine Costa, aluna do 9º C, vespertino.
“Os alunos amaram participar desse encontro com a poetisa; foi um momento em que, de uma forma bastante descontraída, eles tiveram um rico aprendizado sobre a Literatura em Cordel que se está trabalhando em sala de aula”, finaliza a professora de Língua Portuguesa Ilda Maria.
A Direção e Coordenação Pedagógica do Vargas agradecem aos Professores e Alunos envolvidos no Projeto pela brilhante performance em mais esse evento e à notável Poetisa que, poetando, mencionou sua vinda à Escola:

Fui à Escola Presidente Vargas
Para falar sobre o Cordel
Como Poetisa Guerreira
Desempenhei bem meu papel
Distribuí muita poesia
E beijinhos doces de mel


Odila03

Odila_04

Odila05

Reproduzido de www.escolapresidentevargas.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário