CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Alunos participam de palestra sobre Literatura de Cordel – Valentim Gentil- SP

alunos durante palestra

Momento literário abrigou uma boa platéia que pode se deleitar com uma explanação sobre o tema

Alunos do 4º ano do Ensino Fundamental e educadores da escola municipal “Vicente Santoro” participaram, na manhã desta quarta-feira, dia 31, na Câmara Municipal, de uma palestra sobre Literatura de Cordel, proferida pelo professor de português, José Luiz Feitosa da Silva.

De acordo com a diretora da escola, Maria Dalva Campanhola, a palestra, que faz parte da programação da proposta de ensino do Sistema Maxi, de Londrina/PR, foi de suma importância e riqueza de conteúdo para quem assistiu a ela.

“Com uma didática descontraída e bem elaborada, o encontro proporcionou aos estudantes o conhecimento e a vivência da nossa cultura”, destacou.

Ainda segundo Dalva, o objetivo da palestra foi complementar os trabalhos realizados em sala de aula. “É bom para eles terem acesso a outros tipos de linguagem”, afirmou.

Literatura de Cordel

Conforme explicações do palestrante José Luiz Feitosa, a Literatura de Cordel é, como qualquer outra forma artística, uma manifestação cultural. “Por meio da escrita são transmitidas as cantigas, os poemas e as histórias do povo”, disse.

O nome de Cordel teve origem em Portugal, onde os livretos, antigamente, eram expostos em barbantes, como roupas no varal.

Fonte: www.valentimgentil.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário