CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

domingo, 29 de julho de 2012

Futebol em Cordel

Escrito por Gabriella Hauber. Postado em Curiosidades

26 de June de 2012

Via : Praler.org

O esporte que é paixão nacional já inspirou muita gente (como já falamos aqui, aqui e aqui). Campo, gramado, bola, jogadores e gol já foram retratados em pinturas, livros, filmes, cinema e por aí vai. Sendo o cordel uma das maiores expressões da cultura popular brasileira, não podia deixar de lado o esporte mais conhecido e praticado no Brasil. Muitos cordelistas se inspiraram no futebol para escrever seus versos curtos e ritmados, numa linguagem descontraída. Confira alguns trechos:

Cordel do Futebol, Gustavo Dourado
Pelé, Garrincha, Didi
São gênios do futebol
Ronaldo e Ronaldinho
São estrelas do arrebol
Futebol multipoesia:
                    Gira a bola como um sol…                                          

Histórias das Copas do Mundo em Cordel, participação de 18 poetas
O futebol pelo mundo
É uma forte paixão.
E sua Copa do Mundo
É momento de emoção,
Completam-se oitenta anos
Da sua realização

Torcida organizada, tragédia anunciada, Antonio Barreto
Gente de todas as classes
Em perfeita comunhão
O estádio era de todos
Sem haver separação
Quando o jogo terminava
Só rolava gozação.

A derrota da seleção em cordel, Orlando Paiva
Versarei em Cordel
Sobre nossa seleção.
Na Copa América
Teve pífia atuação.
Seu futebol desapareceu

Futebol no inferno, José Soares
No futebol do inferno
Está grande a confusão.
Vai haver melhor de três
Pra ver quem é campeão,
Se o time de Satanás
Ou o Clube de Lampião

Um comentário:

  1. Muito bonito de vê a poesia de cordel presente em todos os lugares, principalmente onde há paixão, como o futebol. Mais bonito é a paixão do blog pelo cordel. Parabéns Gabriella.

    ResponderExcluir