CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

domingo, 15 de julho de 2012

Criada Academia Pernambucana de Literatura de Cordel

Fonte: Fundação Casa da Cultura

Na 5ª feira passada, dia 05 de julho, em reunião na sede provisória da entidade, na Rua Guaianazes, no bairro de Campo Grande, na zona norte do Recife, foi criada a Academia Pernambucana de Literatura de Cordel. Na ocasião, foi eleita a primeira diretoria da entidade com a participação dos acadêmicos:

Presidente: Ana Ferraz
Vice-presidente: Altair Leal
Tesoureiro: Cobra Cordelista
Secretário: Rivani Nazário
Conselho Fiscal: Adelmo Vasconcelos e Jean Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário