CORDEL PARAÍBA


Publicamos neste espaço/Do poeta renomado/Ao escritor não famoso,

Do doutor ao não letrado./Verso seja rico ou pobre,/Aqui todo mundo é nobre/E seu respeito é sagrado.

Cordelista iniciante/Não fique desanimado/Caso tenha seu poema/Por algum deus desdenhado./Todo e qualquer aprendiz/Tem o direito motriz/De compor verso quebrado.

Bem-vindos, peguem carona/Na cadência do cordel,/Cujo dono conhecemos:/Não é nenhum coronel./O cordel pertence ao povo

/Do velho a sair no novo/Saboreiam deste mel.
(Manoel Belizario)

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Unilab promove 1ª Feira do Cordel do Maciço de Baturité (CE)

Fonte: Portal Vermelho

A Unilab realiza, nesta quarta-feira (01/08), a 1ª Feira do Cordel do Maciço de Baturité, em parceira com a Associação de Escritores da Região do Maciço de Baturité (AESCRIBA). O evento conta com a participação de grandes nomes da literatura popular, como Geraldo Amâncio, Klévisson Viana, Tião Simpatia, Zé Maria de Fortaleza, Jesus Sindeaux, Ari Bandeira e Paulo de Tarso. A feira acontece a partir das 18h30, no pátio do Bloco Administrativo.

Durante a programação, os participantes vão assistir a recitais e cantorias, conferir exposições de livros de literatura de cordel e folhetos, além de participar de uma roda de conversa sobre cultura popular com os artistas. Segundo o coordenador de Arte e Cultura, Fernando Leão, a feira vai ser um espaço de divulgação da poesia, sendo uma oportunidade para que os cordelistas apresentem seus trabalhos.
Os poetas e cordelistas interessados em participar da exposição devem chegar às 18h e trazer os materiais. A Unilab vai oferecer estrutura para os artistas. Não é necessário fazer inscrição.
O poeta Klevisson Viana é um dos participantes da feira na Unilab. “É uma iniciativa interessante. Vamos dar uma força para que esse evento aconteça outras vezes e estamos torcendo para que tudo dê certo”, afirma Klevisson.

Klévisson Viana
Klévisson Viana, natural de Quixeramobim, é poeta da literatura de cordel. É membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC) e cartunista e editor, proprietário da Tupynanquim Editora, de Fortaleza, Ceará. É autor de muitos sucessos da literatura de cordel, entre os quais o “Romance da Quenga que Matou o Delegado”, adaptado para o programa Brava gente!, da Rede Globo.

Geraldo Amâncio
Geraldo Amâncio nasceu na região rural do município de Cedro, Ceará, em 29 de abril de 1946. Há mais de 40 anos trabalha fazendo cantorias. Tem cerca de 20 folhetos em cordel, além dos livros publicados “De Repente Cantoria”, “Cantigas Que Vêm da Terra” e “Gênios da Cantoria”. É membro da Academia Brasileira do Cordel e integrante da “Casa do Cantador”, em Fortaleza. Atualmente, apresenta o programa na TV Diário “A Sanfona e a Viola”, aos domingos, tendo a viola como protagonista. Geraldo é também sonetista, autor de textos como “Reencontro” e “Romaria” do livro “Cantigas que Vêm da Terra”.

Tião Simpatia
Tião Simpatia é cantor, compositor, repentista e arte educador. É autor do tema da “Lei Maria da Penha” e da Campanha Nacional “Criança Não É de Rua”. Iniciou sua carreira aos 15 anos de idade no interior de Granja, Ceará, e posteriormente, Camocim. Participou de vários festivais de música e repente em todo o Nordeste. Tem seis Cd’s lançados e um DVD intitulado: “Mulher de Lei” cujo repertório é todo focado no universo feminino, com ênfase na Lei Maria da Penha. É filiado à Ordem dos músicos do Brasil (OMB); e à Associação dos Cantadores do Nordeste (ACN).

Imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário